segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Ecos femininos

Eu não faço a mais vaga idéia do que vai acontecer daqui pra frente, mas o fato é que eu não quero mais você. Eu sei que ontem parecia estar tudo bem, mas parecia, não estava. Pra você foi um domingo de preguiça e gostosinho, pra mim foi um domingo arrastado e sem graça. Você me abraçava enquanto assistíamos aquele filme que eu nem se quer prestei atenção no nome. Pausou o filme para fazer pipoca e ficou todo feliz com aquele balde lotado de milhos explodidos. Eu nunca como pipoca, e você ainda compra aquela pipoca com sabor que é horrível. Achei que o chocolate fosse me salvar, mas não, você comeu o seu e o meu.

Você teceu comentários sobre o filme enquanto eu organizava na minha cabeça os horários da semana. Você foi capaz de ficar quarenta minutos comentando sobre o filme e não achar estranho que eu não fiz uma intervenção. Nem sorri. Estaria eu séria demais ou seria você um desatento de plantão? Faz tempo que as coisas não estão bem entre a gente, mas para alguém que raramente janta em casa, chega super tarde todos os dias, e engole o café-da-manhã antes mesmo de me dar bom dia, fica difícil perceber mesmo. Você dizia não me dar bom dia para não me acordar. Nunca te ocorreu que eu adoraria ser acordada com estas duas palavrinhas batidas saindo da sua boca. Certamente te ocorreu que seu time seria campeão do Campeonato e por isso você passou o sábado na casa dos seus amigos. Programa que mulher não vai. Os seus amigos são membros da Liga dos Bobos? Avisa eles que vão todos ficar solteiros, porque as suas respectivas mulheres vieram aqui no sábado e passaram o dia reclamando deles, comigo, claro. 

Vou ter que passar a semana repetindo que não quero mais você, pra ver se no final de semana você já entendeu. A minha viagem é daqui quinze dias, então, se eu não estiver em casa neste próximo sábado e domingo, é porque eu fui embora da sua vida, e não porque estou viajando a trabalho. Se o celular estiver em cima do aparador, não ligue desesperadamente para mim, eu terei trocado de aparelho e número e achei que você quisesse ficar com o aparelho antigo. Deixarei desligado, então não insista em ligar para o aparelho que estará na sua frente. Preste atenção e talvez você economize suas bobagens. Ah, e quando entrar uma moça em casa na segunda-feira, não é a próxima pretendente ou sua amante, mas a diarista que contratei para garantir que você será um porquinho fora do chiqueiro. 


VS.

obs: responda a enquete ao lado!

6 comentários:

Dani Fernandes disse...

Às vezes eles demoram mesmo pra entender... Seja um sim ou um não!

Violet Scott disse...

E vice-versa. Um lá, outro cá.
Beijo, VS.

Anônimo disse...

MININA

vc tem o dom...rs.
to viciando no seu blog!
Hj eu li um texto que foi a resposta que eu precisava....obrigada viu!

Violet Scott disse...

Anônimo, bem-vindo! Que bom que pude responder algo pra alguém sem nem ser perguntada. Rá! Beijo, VS.

moita disse...

Hehehe, gostei! TPM forte!

Violet Scott disse...

Engraçadinho, nem tenho TPM! Olha a sorte! Beijo.