quinta-feira, 17 de julho de 2008

Vai!

Em pânico eu tinha que deixar aquela casa. Logo. Não poderia demorar mais do que trinta segundos. Sempre achei que trinta segundos era um tempo suficientemente rápido e perfeitamente possível. Talvez naquela ocasião, fosse tarde demais. Perdi parte deste tempo pensando que eu precisava sair correndo. Tensa. Estagnada. O telefone tocou e obviamente eu não poderia atendê-lo. Óbvio impraticável. Meu nervosismo me permitiu ouvir todos os toques e inclusive o recado que fora deixado na secretária eletrônica:

- Estou te esperando. Acabo de chegar e tenho um compromisso em uma hora. Seja rápida. Tenho saudade.

Como assim? Tenho trinta segundos para sair daqui e estar em outro lugar. Tá, fisicamente impossível, mas enfim, precisava conseguir. Não poderia ter outro encontro agora.

Três minutos foi todo o tempo que eu perdi. Seis vezes o tempo que eu poderia perder. Fui correndo em direção a porta para finalmente sair. Pi, pi, pi, pi. O celular. Volto para pegá-lo e percebo que o barulhinho chato que tanto apita é uma mensagem de texto.

MENSAGEM: você demorou. Não adianta mais vir. Cemitério da Consolação às 18h00. É horário de pico. Beijo.

A mensagem havia chegado alguns segundos depois do meu tempo-determinado de trinta segundos. Certamente eu prestava atenção no recado da secretária eletrônica e não no celular que já apitava.

Tenho que sair agora, já que você tem um compromisso. Volto para almoçar em casa, descanso e vou ao enterro.

VS.

6 comentários:

Lia radikal disse...

Intensa

julieta disse...

se edgar alam poe estivesse vivo seri aseu fã!

Violet Scott disse...

Edgar Alan Poe? Nunca tinha pensado nisso. Beijo pra vc, Julietita.

Lia, adoro.

DIGO disse...

Nossa, isso me lembra os meus sonhos. E incrivel como tudo acontece tao rapido e eu nunca consigo resolver as coisas no momento exato. Sempre ha algo me impedindo de realizar alguma tarefa, por mais simples q seja. E as vezes me vejo impossibilitado de agir ate na vida real, onde o tempo e tudo

p! disse...

hoje é dia de nome próprio.
=*
p!

Violet Scott disse...

P! Hoje é.
Vou conferir amanhã, sem falta.